COMO ACALMAR O CACHORRO COM MEDO DE FOGOS DE ARTIFÍCIO

Tradição em muitos lugares, os fogos de artifício pode ser uma forma de celebrar a chegada de um novo momento. Para os cãezinhos, essa prática pode ser perturbadora e extremamente traumática, podendo gerar diversos problemas de saúde devido a audição desses animais, ser quatro vezes maior que a dos humanos.

Isso significa que os sons e barulhos são muito mais intensos para esses bichinhos, que estão sempre de “orelha em pé” para tudo o que está à sua volta.

Os animais se sentem incomodados pelo volume e também pela origem do barulho, pois não conseguem identificar de onde vem o som, o que os coloca em estado de alerta.

No período de queima de fogos, é comum que muitos cachorros sintam medo, raiva, desorientação e estresse forte. Em casos muito graves, podem desenvolver problemas mais sérios, como: Rompimento dos tímpanos; Atropelamentos (para cãezinhos que fogem com medo do barulho); Convulsões; Cortes e contusões (no caso de pets desorientados que acabam se machucando)

Pela sensibilidade auditiva que esses pets têm, quanto mais baixo o som, menor será o impacto para eles. Por isso, feche portas, janelas, portões e qualquer outro espaço em que o som possa entrar.

Você pode aproveitar para colocar uma música mais tranquila de fundo para tentar impedir ou diminuir o volume dos rojões. Você pode também brincar junto ao pet ou até mesmo dar alguns petiscos durante o momento.

Você tambem pode usar um protetor de ouvido e oferecer colo para amenizar a sensação de medo, desespero e confusão no momento da queima de fogos trazendo mais confiança e tranquilidade ao peludo, diminuindo os efeitos nocivos do barulho.

Bloqueie todas as saídas da casa e fique de olho em qualquer sumiço momentâneo do pet por ser esta uma das causas mais comuns de atropelamentos de cães que desorientados e assustados com o barulho, acabam fugindo desesperados para a rua.

Não deixe ele amarrado que pode até evitar que ele fuja, mas, pode também deixa-lo ainda mais desesperado e estressado. Sem ter o que fazer e para onde ir, o cãozinho pode sofrer muito.

Conhecer o seu cãozinho a fundo pode auxiliar no momento de saber como deixá-lo calmo e feliz, afinal, cada raça tem comportamentos e necessidades diferentes, e os cuidados para um serão diferentes para outros.

Mas o que todos eles têm em comum é a paixão pelos seus donos. Se possível faça companhia a seu melhor amigo neste momento de grande medo para ele.

Facebook
Twitter
Pinterest
WhatsApp
Filomeno Teixeira

Filomeno Teixeira

ANÚNCIOS EMPRESAS

WhatsApp Image 2024-02-10 at 06.30.44

INFORNET FIBRA CARU – CONTRATE HOJE!!

WhatsApp Image 2023-02-13 at 12.27.10

FRUTARIA SOUSA -NO CENTRO COMERCIAL DE CARUTAPERA